segunda-feira, julho 15, 2024
31.3 C
Manaus
InícioGeralEducaçãoPelo quarto ano seguido, AM é estado que mais investe em mestres...

Pelo quarto ano seguido, AM é estado que mais investe em mestres e doutores

Publicado em

Publicidade

O Amazonas novamente liderou o ranking anual dos estados brasileiros que mais investem na formação acadêmica de mestres e doutores. Os dados foram divulgados pelo Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) durante o 64º Fórum Nacional do Confap, realizado em Vitória, Espírito Santo.

O levantamento, realizado pelo presidente do Confap, Odir Antônio Dellagostin, teve como referência o ano de 2023. O Amazonas ocupou a primeira posição na pesquisa, que considerou as bolsas concedidas pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), pelo Conselho de Aperfeiçoamento de Pessoal em Nível Superior (Capes) e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

O maior percentual de bolsas veio do investimento do Governo do Amazonas, via Fapeam, por meio do Programa de Apoio à Pós-Graduação Stricto Sensu (Posgrad) e do Programa de Apoio à Pós-Graduandos Fora do Estado do Amazonas (Posgfe).

A diretora-presidente da Fapeam, Márcia Perales Mendes Silva, atribui os resultados ao trabalho do governo: “Estamos muito felizes, porque é uma conquista que se repete, 2020, 2021, 2022 e 2023. Isso é possível porque o governo do Amazonas prioriza a ciência e investe fortemente nessa área, que gera serviços prestados e produção do conhecimento”, disse.

Interiorização da Ciência

Márcia Perales também ressaltou a importância da interiorização da ciência, tecnologia e inovação, uma das prioridades do Governo do Amazonas.

Programas específicos para pesquisadores do interior incluem o Programa de Apoio à Interiorização em Pesquisa e Inovação Tecnológica no Amazonas (Painter, Painter+ e Painter Infra CT&I) e o Programa de Fixação de Recursos Humanos para o Interior do Estado: Mestres e Doutores por Calha de Rio (Profix-RH).

“Os programas permitem que tenhamos mestres e doutores no interior e que eles possam fazer articulações com outros profissionais, alguns no mesmo patamar, com a mesma titulação, e outros não. Estamos sempre olhando para o interior e lançando editais para ampliar essas oportunidades e evitar a migração para Manaus ou para outros estados”, disse Márcia Perales.

Desafios

O presidente do Confap, Odir Antônio Dellagostin, apontou que para que os resultados continuem positivos, é necessário que haja uma vontade contínua de investir em grupos de pesquisa, especialmente em áreas com um número mínimo de pesquisadores qualificados, para que possam evoluir para programas de pós-graduação.

De acordo com Odir, o ponto mais importante dessa relação é o apoio financeiro a programas de pós-graduação emergentes e em consolidação para que avancem no conceito Capes:

“A desconcentração da formação de doutores, que até os anos 2000 ocorria quase só em São Paulo e Rio de Janeiro, está ocorrendo de forma contínua e é muito positiva. Porém, temos estados formando menos de 2 doutores por 100 mil habitantes por ano, enquanto outros estados titulam mais de 20 doutores por 100 mil habitantes por ano. Precisamos fortalecer programas existentes e criar novos programas preferencialmente nos estados com baixo índice de titulação”, afirmou o presidente do Confap.

Investimentos em mestres e doutores

Somente em 2023, o Governo do Amazonas investiu mais de R$ 39 milhões nos programas Posgrad e Posgfe. Os programas oferecem bolsas de Mestrado (MS) e Doutorado (DR), além de auxílio financeiro, para instituições localizadas no estado do Amazonas com programas de Pós-Graduação Stricto Sensu credenciados pela Capes.

Os programas também apoiam residentes do estado que cursam pós-graduação em outras regiões do país, em áreas estratégicas.

No total, foram concedidas 1.049 cotas de bolsas pela Fapeam, além de auxílio financeiro para cinco instituições de ensino e pesquisa do Amazonas por meio do Posgrad. Desse número, 739 foram para mestrado e 310 para doutorado. Já o Posgfe apoiou 20 projetos distribuídos entre DR e MS.

Leia mais:
Ipem-AM reprova produtos típicos de festas juninas em Manaus
Festa dos Visitantes: Como trocar os ingressos?
Dia do Audiovisual: Lula anunciará medidas de apoio ao setor

Siga nosso perfil no Instagram e curta nossa página no Facebook

Últimas Notícias

Governo monta força-tarefa para atender vítimas de incêndio em Nhamundá

Equipes da Defesa Civil, Secretaria de Assistência Social (Seas) e Secretaria de Justiça e...

Em Parintins, PT rompe de vez com PSD e declara apoio a Brena Dianná

O diretório municipal do Partido dos Trabalhadores (PT) de Parintins declarou apoio à pré-candidatura...

Convocação da lista de espera do Fies é prorrogada para o dia 19

O Ministério da Educação (MEC) prorrogou o prazo final para a convocação das vagas...

Sine Manaus oferece 300 vagas de emprego nesta segunda (15)

A Prefeitura de Manaus, por meio do Sine Manaus, oferta 300 vagas de emprego...

Mais como este

Governo monta força-tarefa para atender vítimas de incêndio em Nhamundá

Equipes da Defesa Civil, Secretaria de Assistência Social (Seas) e Secretaria de Justiça e...

Em Parintins, PT rompe de vez com PSD e declara apoio a Brena Dianná

O diretório municipal do Partido dos Trabalhadores (PT) de Parintins declarou apoio à pré-candidatura...

Convocação da lista de espera do Fies é prorrogada para o dia 19

O Ministério da Educação (MEC) prorrogou o prazo final para a convocação das vagas...