sábado, março 2, 2024
24.3 C
Manaus
InícioAmazôniaMeio AmbienteNhamundá é escolhida como projeto piloto de erradicação de lixões

Nhamundá é escolhida como projeto piloto de erradicação de lixões

Publicado em

Publicidade

O Governo do Amazonas anunciou o início do Programa de Erradicação de Lixões no interior do estado, tendo Nhamundá como o primeiro município a ser contemplado. A iniciativa foi o tema de uma reunião realizada na tarde de sexta-feira, 27 de outubro, na sede da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano (Sedurb). O encontro reuniu o secretário da pasta, Marcellus Campêlo, membros da equipe do órgão e a prefeita de Nhamundá, Marina Pandolfo.

Obras em Nhamundá

Além da questão dos lixões, a reunião também abordou a construção de um novo hospital para a cidade. Segundo o secretário Marcellus Campêlo, o projeto para a nova unidade hospitalar está em fase de análise, considerando duas opções: a construção de um novo prédio em um terreno da Prefeitura ou a demolição e reconstrução do atual hospital. Este último, devido a estar localizado em um terreno irregular e estar fora das normas padrão, não se mostrou suficiente para uma reforma, conforme inicialmente previsto.

“Estamos finalizando os projetos para ver qual a solução mais viável e, nos próximos dias, faremos, junto com o secretário de Estado de Saúde, Anoar Samad, uma missão no município para definição do projeto”, afirmou Campêlo. A ideia é manter, de forma provisória, o hospital atual e realizar uma pequena reforma para que possa funcionar em condições adequadas, enquanto uma nova unidade hospitalar é construída.

Erradicação dos lixões

O programa de erradicação de lixões no interior do Amazonas faz parte de uma iniciativa estadual que visa promover o saneamento básico em diversos municípios. A intenção é universalizar serviços como água, esgoto e drenagem urbana, além de erradicar os lixões, contribuindo para o cumprimento do marco legal do Saneamento Básico.

O secretário Marcellus Campêlo buscou apoio para essa causa no Ministério das Cidades, em Brasília, na última segunda-feira, onde se reuniu com o secretário de Saneamento Básico da pasta, Leonardo Picciani. Durante a reunião, obteve um aceno positivo de que alguns dos projetos apresentados poderão contar com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

A prefeita Marina Pandolfo expressou sua satisfação com a notícia de que Nhamundá será o projeto modelo para a erradicação dos lixões no estado, destacando a importância da iniciativa para a cidade. “É algo que eu tenho lutado para que possamos resolver. Temos um projeto apropriado para o município que queremos discutir a viabilidade com o Governo, e essa notícia foi maravilhosa”, disse a prefeita.

Leia mais:
Lixões a céu aberto ainda ameaçam maioria dos municípios do Amazonas
Censo 2022: Amazonas reúne 731 centenários
Estiagem: Cerca de 200 mil refeições gratuitas são servidas

Siga nosso perfil no Instagram e curta nossa página no Facebook

Últimas Notícias

Confira os shows da Casa Zezinho Corrêa nos dias 2 e 3

A Casa de Praia Zezinho Corrêa, vai receber, neste fim de semana, seis shows...

Entenda a diferença entre os sintomas de dengue e covid-19

Em meio a uma explosão de casos de dengue e o aumento de infecções...

“Alerta Mulher” tem mais de 2,3 mil mulheres cadastradas

Desde a criação, nenhuma mulher cadastrada foi vítima de feminicídio tentado ou consumado Desempenhando um...

Concurso da Caixa: inscrições já começam; veja como participar

A Caixa Econômica Federal iniciou as inscrições para seu novo concurso, disponibilizando mais de...

Mais como este

Confira os shows da Casa Zezinho Corrêa nos dias 2 e 3

A Casa de Praia Zezinho Corrêa, vai receber, neste fim de semana, seis shows...

Entenda a diferença entre os sintomas de dengue e covid-19

Em meio a uma explosão de casos de dengue e o aumento de infecções...

“Alerta Mulher” tem mais de 2,3 mil mulheres cadastradas

Desde a criação, nenhuma mulher cadastrada foi vítima de feminicídio tentado ou consumado Desempenhando um...