quarta-feira, julho 24, 2024
26.3 C
Manaus
InícioAmazôniaAM lidera em mortes de crianças indígenas, revela relatório do Cimi

AM lidera em mortes de crianças indígenas, revela relatório do Cimi

Publicado em

Publicidade

Relatório aponta mais de mil óbitos de crianças indígenas no estado entre 2019 e 2022

O Conselho Indigenista Missionário (Cimi) divulgou um relatório preocupante sobre a mortalidade infantil indígena no Brasil, revelando que o estado do Amazonas registrou o maior número de óbitos entre crianças de 0 a 4 anos. Durante o período de 2019 a 2022, foram documentadas 1.014 mortes nessa faixa-etária no estado. O levantamento foi baseado em dados da Secretaria de Saúde Indígena (Sesai), do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM) vinculado ao Ministério da Saúde e de secretarias estaduais de saúde.

Tragédia evitável: 132 óbitos sem assistência médica

O relatório do Cimi também revelou uma triste realidade: 132 das mortes de crianças indígenas ocorreram sem qualquer assistência de saúde. A nível nacional, o número total de óbitos de crianças indígenas nessa mesma faixa-etária entre 2019 e 2022 foi de 3.552.

Principais causas das mortes evitáveis

As principais causas das mortes apontadas no relatório são consideradas evitáveis, incluindo influenza e pneumonia, desnutrição e anemias nutricionais, diarreia, gastroenterite, doenças infecciosas intestinais, doenças bacterianas e septicemia. Essas fatalidades ressaltam a urgência de ações para melhorar a assistência médica e as condições de vida nas comunidades indígenas.

Preocupação com a segurança dos adultos indígenas

Além das trágicas mortes de crianças, o relatório também destaca a violência sofrida pelos indígenas adultos entre 19 e 59 anos. Nos últimos três anos, o Amazonas registrou 163 assassinatos nessa faixa-etária, colocando-o em segundo lugar, atrás apenas de Roraima, que contabilizou 208 assassinatos no mesmo período.

Conflitos territoriais e falta de regularização

O relatório também evidencia a situação de conflitos relacionados aos direitos territoriais das comunidades indígenas. No Brasil, houve 158 casos de conflitos territoriais, com 15 deles ocorrendo no Amazonas. O estado também possui 191 terras indígenas sem providências para regularização, o que representa um obstáculo para a proteção desses territórios.

Terras indígenas ameaçadas

Entre as terras indígenas com maior número de conflitos estão a Waimiri-Atroari, afetada pela mineração, e a Soares/Urucurituba, habitada pelo povo mura, assediada por uma mineradora. Além disso, há preocupações com a renovação da portaria de restrição de uso na Jacareúba/Katawixi e a falta de proteção da área de povos isolados em Mamoriá.

Invasões e exploração ilegal de recursos

O Amazonas também enfrenta invasões possessórias, com 49 casos de exploração ilegal de recursos naturais e danos ao patrimônio em terras indígenas.

O relatório do Cimi revela uma situação alarmante para as comunidades indígenas no estado do Amazonas, destacando a necessidade urgente de ações e políticas que garantam a segurança e o bem-estar desses povos.

Leia mais:
180 indígenas foram assassinados no Brasil só ano passado, aponta relatório
Lei Histórica Torna Oficiais 16 Línguas Indígenas no Amazonas
Constituição Federal será traduzida oficialmente para língua indígena

Com informações do Atual*

Siga nosso perfil no Instagram e curta nossa página no Facebook

Últimas Notícias

Operadoras são multadas por propaganda enganosa de ‘internet 5G’

A Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) aplicou multas às empresas de telefonia Oi, Vivo...

Feira de Produtos Regionais na 32ª Festa do Cupuaçu em Presidente Figueiredo

Feirantes podem solicitar financiamento pelo programa Mais Crédito Rural da Afeam O Governo do Amazonas,...

Wilson Lima anuncia R$ 12,9 milhões em investimentos para CT&I

Novos editais preveem apoio a 145 projetos de pesquisa na capital e interior do...

PC-AM prende mais duas pessoas por desvio de medicamentos em Manaus

Cerca de três meses depois da deflagração da primeira fase da Operação Corsário, a...

Mais como este

Operadoras são multadas por propaganda enganosa de ‘internet 5G’

A Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) aplicou multas às empresas de telefonia Oi, Vivo...

Feira de Produtos Regionais na 32ª Festa do Cupuaçu em Presidente Figueiredo

Feirantes podem solicitar financiamento pelo programa Mais Crédito Rural da Afeam O Governo do Amazonas,...

Wilson Lima anuncia R$ 12,9 milhões em investimentos para CT&I

Novos editais preveem apoio a 145 projetos de pesquisa na capital e interior do...