quinta-feira, maio 30, 2024
24.3 C
Manaus
InícioPoderPF abre investigação de ameaça de morte a deputado do AM

PF abre investigação de ameaça de morte a deputado do AM

Publicado em

Publicidade

Wilker Barreto acusa grupo terrorista que assumiu atentado a clube de tiro de Manaus, com mortes.

O deputado estadual Wilker Barreto (Cidadania) esteve na tarde de ontem na Superintendência Regional da Polícia Federal no Amazonas, bairro Dom Pedro, para tratar da suposta ameaça que recebeu de um grupo que se intitula antiarmamentista.

Por e-mail, através de texto encaminhado ao senador Marcos do Val (Podemos-AL), o grupo também assume a autoria da explosão em um clube de tiros na capital amazonense, que ocorreu em janeiro deste ano. O fato das intimidações repercutiu no último dia, 01, na mídia nacional.

No órgão Federal, Wilker estava acompanhado do presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Roberto Cidade (União Brasil), e do deputado Delegado Péricles (PL). Na ocasião, Barreto reuniu com representantes da PF e um procedimento de investigação para apurar as supostas ameaças foi aberto.

“Foi um aberto um inquérito para investigar essa suposta ameaça à minha pessoa. Quero agradecer ao presidente Roberto Cidade e ao deputado delegado Péricles, que estavam na reunião, pois este atentado não foi somente contra um parlamentar, mas contra o parlamento estadual e o que ele representa. De pronto, o superintendente Umberto já designou um delegado, que me escutou. Queremos elucidar isto, para saber se foi uma brincadeira de mau gosto, ou algo sério. O que não podemos ficar é exposto a ameaças, pois temos família, temos um trabalho para desenvolver. Precisamos ter isso elucidado”, disse Wilker.

Barreto informou, ainda, que na próxima segunda-feira, dia 06, às 15h, haverá uma audiência com o Superintendente Regional da Polícia Federal no Amazonas, delegado de Polícia Federal Umberto Ramos.

Para o presidente da Casa, deputado Roberto Cidade, o momento requer a união do Poder para combater aquilo que fere o exercício do mandato, e atenta contra a vida de um parlamentar.

“O deputado Wilker fez o procedimento legal, veio à Polícia Federal, verificar o que está ocorrendo, se colocando à disposição. Nós, da Assembleia do Amazonas, ficamos preocupados com tal fato, pois um e-mail ameaçando um deputado estadual é muito grave, e vamos procurar os meios cabíveis e sempre preservando o deputado Wilker, que faz uma oposição ferrenha. Como presidente de um Poder, é preciso estar ao lado dos parlamentares para que eles possam ter a segurança necessária para continuar realizando seu papel, que é representando a população. O primeiro procedimento foi feito, inquérito aberto, e na segunda vamos saber os demais procedimentos”, disse o presidente.

Com informações da Assessoria*

Últimas Notícias

Prefeitura convoca quatro profissionais aprovados em concurso

Visando suprir as necessidades permanentes de serviço e assegurar a prestação da assistência básica...

Prontos-socorros de Manaus funcionarão normalmente durante o feriado

A Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) anunciou que as 25 unidades...

Entenda por que Lula retirou o embaixador brasileiro de Israel

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva transferiu o embaixador Frederico Meyer de Israel...

MPF dá 15 dias para Starlink explicar antenas em áreas de garimpo no AM

Um inquérito civil foi aberto pelo Ministério Público Federal (MPF) e publicado nesta terça-feira...

Mais como este

Prefeitura convoca quatro profissionais aprovados em concurso

Visando suprir as necessidades permanentes de serviço e assegurar a prestação da assistência básica...

Prontos-socorros de Manaus funcionarão normalmente durante o feriado

A Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) anunciou que as 25 unidades...

Entenda por que Lula retirou o embaixador brasileiro de Israel

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva transferiu o embaixador Frederico Meyer de Israel...