quinta-feira, maio 30, 2024
25.3 C
Manaus
InícioGeralEconomiaJucea registra média de 27 minutos para abertura de empresas no Amazonas

Jucea registra média de 27 minutos para abertura de empresas no Amazonas

Publicado em

Publicidade

No mês de agosto, o Estado do Amazonas alcançou um marco notável na facilitação do ambiente de negócios, consolidando o menor tempo médio já registrado para abertura de empresas na região. A Junta Comercial do Estado do Amazonas (Jucea) revelou que empreendedores levaram, em média, 27 minutos para registrar um novo Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ), um feito histórico para a autarquia.

Além disso, agosto também foi destacado pelo segundo melhor desempenho do ano em termos de constituição de novas empresas, com um total de 757 empreendimentos registrados. Esses números positivos refletem o contínuo esforço da Jucea em agilizar e simplificar os processos de registro mercantil.

De acordo com dados do Sistema de Registro Mercantil (SRM) da Jucea, nos últimos cinco meses, a autarquia conseguiu reduzir consistentemente o tempo médio de análise dos processos de registro empresarial. No início do ano, esse tempo era de 1 hora e 57 minutos. Em abril, atingiu 53 minutos, e em julho, caiu para 30 minutos. No total, houve uma redução impressionante de 1 hora e 30 minutos, correspondendo a uma diminuição de 77% no período de análise de registro mercantil.

A presidente da Jucea, Maria de Jesus Lins, expressou sua satisfação com os resultados alcançados: “No início do ano, estipulamos uma meta de 40 minutos para a análise dos processos de registro. Com muito esforço e dedicação de nossa equipe, não apenas atingimos essa meta, mas também estabelecemos objetivos ainda mais ambiciosos. Nosso foco está em simplificar o ambiente de negócios, priorizando não apenas a agilidade na análise, mas também a segurança e a credibilidade dos serviços que oferecemos.”

Em relação ao registro de novas empresas, agosto de 2023 foi o segundo melhor mês do ano, superado apenas por março, que registrou 787 novos empreendimentos. No entanto, agosto se destacou como o melhor mês de constituição de novos empreendimentos para este período nos últimos sete anos no Amazonas.

No que diz respeito à segmentação das atividades econômicas, o setor de serviços liderou com 453 novas empresas, seguido pelo comércio com 245 e pela indústria com 28 novos registros.

Entre os municípios do Amazonas, Manaus se destacou como líder na constituição de empresas, com 536 novos empreendimentos. Parintins seguiu com 39, enquanto Itacoatiara e Manacapuru registraram 12 novas empresas cada uma, e Iranduba teve 11 novos registros.

Leia mais:
AM: Digitalização de processos gera economia de R$ 21 milhões
42,5 mil empresas foram abertas no Amazonas em 2022

Siga nosso perfil no Instagram e curta nossa página no Facebook

Últimas Notícias

Prefeitura convoca quatro profissionais aprovados em concurso

Visando suprir as necessidades permanentes de serviço e assegurar a prestação da assistência básica...

Prontos-socorros de Manaus funcionarão normalmente durante o feriado

A Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) anunciou que as 25 unidades...

Entenda por que Lula retirou o embaixador brasileiro de Israel

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva transferiu o embaixador Frederico Meyer de Israel...

MPF dá 15 dias para Starlink explicar antenas em áreas de garimpo no AM

Um inquérito civil foi aberto pelo Ministério Público Federal (MPF) e publicado nesta terça-feira...

Mais como este

Prefeitura convoca quatro profissionais aprovados em concurso

Visando suprir as necessidades permanentes de serviço e assegurar a prestação da assistência básica...

Prontos-socorros de Manaus funcionarão normalmente durante o feriado

A Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) anunciou que as 25 unidades...

Entenda por que Lula retirou o embaixador brasileiro de Israel

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva transferiu o embaixador Frederico Meyer de Israel...