quinta-feira, maio 30, 2024
25.3 C
Manaus
InícioGeralPrefeito decreta calamidade em Juruá após temporal destruir 80 casas

Prefeito decreta calamidade em Juruá após temporal destruir 80 casas

Publicado em

Publicidade

O Prefeito de Jurúa (a 672,14 quilômetros de Manaus), José Maria Rodrigues Júnior decretou estado de calamidade pública após temporal que destelhou cerca de 80 casas, atingindo também escolas na zona rural da cidade, na última sexta-feira (8).

Em nota, o prefeito informa que avaliará, em parceria com a Defesa Civil, os danos causados pela tempestade a fim de providenciar ações necessárias para reparar os estragos e dar assistência aos desabrigados.

No sábado (9), agentes da Defesa Civil do Amazonas realizaram visita técnica em Juruá para avaliar os danos e coordenar medidas de recuperação. Foram identificadas residências destruídas, outras sem detalhado, quedas de árvores, de postes, e interrupções no fornecimento de energia elétrica.

De acordo com o secretário municipal de Defesa Civil, Alex Serrão, além de casas e comércios, a comunidade rural Japó também foi prejudicada com a forte chuva. “Os prejuízos ainda estão sendo analisados. Tivemos casas destelhadas, famílias desabrigadas e prédios públicos danificados como o centro cultural, centro esportivo, prédio onde funciona assistência social e também o prédio da amazonas energia”, disse.

Em imagens feitas por moradores, é possível observar que, além de telhados no meio da rua e árvores derrubadas, houve também chuva de granizo.

“A Defesa Civil no município já está avaliando os danos. Decretamos estado de emergência para que, através de documentos, possamos receber recursos para reconstrução dos danos e ajudar as famílias afetadas”, informou o secretário.

Segundo Alex Serrão, a prefeitura providenciou ainda no sábado a reconstrução das casas destruídas pelo vendaval. “A prefeitura já comprou telhas de alumínio, madeiras, e começou a limpeza das vias públicas. Também há equipe da secretaria de obras nas residências trabalhando na recuperação dessas”, explicou.

Até manhã do sábado, alguns bairros da cidade estavam sem energia. Neste domingo (10), conforme o secretário de Defesa Civil, ainda faltam normalizar a energia elétrica nos bairros Flores e Tancredo Neves 2.

O temporal afetou 205 famílias – 900 pessoas atingidas. Ninguém ficou ferido e nem houve morte.

Leia mais:
Defesa Civil dá recomendações para chuvas intensas no AM

Com informações do Atual*

Siga nosso perfil no Instagram e curta nossa página no Facebook

Últimas Notícias

Prefeitura convoca quatro profissionais aprovados em concurso

Visando suprir as necessidades permanentes de serviço e assegurar a prestação da assistência básica...

Prontos-socorros de Manaus funcionarão normalmente durante o feriado

A Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) anunciou que as 25 unidades...

Entenda por que Lula retirou o embaixador brasileiro de Israel

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva transferiu o embaixador Frederico Meyer de Israel...

MPF dá 15 dias para Starlink explicar antenas em áreas de garimpo no AM

Um inquérito civil foi aberto pelo Ministério Público Federal (MPF) e publicado nesta terça-feira...

Mais como este

Prefeitura convoca quatro profissionais aprovados em concurso

Visando suprir as necessidades permanentes de serviço e assegurar a prestação da assistência básica...

Prontos-socorros de Manaus funcionarão normalmente durante o feriado

A Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) anunciou que as 25 unidades...

Entenda por que Lula retirou o embaixador brasileiro de Israel

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva transferiu o embaixador Frederico Meyer de Israel...