quarta-feira, junho 19, 2024
26.3 C
Manaus
InícioPoderProfessora aciona MPF contra falas de Eduardo Bolsonaro

Professora aciona MPF contra falas de Eduardo Bolsonaro

Publicado em

Publicidade

Uma professora da rede pública de ensino de São Paulo, integrante do Movimento Escolas em Luta, acionou o Ministério Público Federal (MPF) contra o deputado Eduardo Bolsonaro por suas declarações em um evento, onde comparou “professores doutrinadores” a traficantes de drogas.

O discurso do congressista foi feito no domingo (9), durante o 4º Encontro Nacional do Proarmas pela Liberdade, que aconteceu em Brasília. No evento, Eduardo Bolsonaro disse: “Não tem diferença de um professor doutrinador para um traficante de drogas que tenta sequestrar os nossos filhos para o mundo do crime. Talvez o professor doutrinador seja pior”, disse o deputado em discurso.

Em entrevista à Agência Brasil, a professora disse que a declaração de Eduardo Bolsonaro “foi irresponsável” e precisa sofrer algum tipo de punição. “Essa não foi só uma declaração infeliz. Foi uma declaração criminosa e irresponsável”.

“Não é liberdade de expressão quando fere os princípios de preservação da vida e de direitos e coloca o outro em risco e promove o ódio. Isso é uma fala irresponsável. Por isso comecei a buscar mecanismos para cobrar providências”, acrescentou.

Além do Ministério Público Federal, a professora acionou também a Comissão de Ética da Câmara dos Deputados para que seja tomada alguma providência com relação à fala do congressista.

Análise das falas

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, determinou à Polícia Federal (PF) que analisasse as declarações do deputado, visando identificar eventuais indícios de crimes, como incitação ou apologia a atos criminosos.

Falas aumentam violência

A professora destaca que as declarações do deputado estimulam ainda mais a violência nas escolas e ressalta a importância de ações que promovam a cultura de paz e valorizem a profissão docente.

Estudos revelam que ataques violentos e episódios de violência nas escolas têm aumentado nos últimos anos no Brasil. Especialistas defendem a necessidade de punição a discursos que estimulem a violência e a criação de políticas públicas efetivas para combater essa realidade.

Leia mais:
Michelle Bolsonaro pode ser candidata à presidência?
TSE condena Bolsonaro e o declara inelegível por 8 anos
Ex-presidente teria usado documento falso para viajar

Siga nosso perfil no Instagram e curta nossa página no Facebook

Últimas Notícias

Câmara terá comissão para discussão da PL do aborto, diz Lira

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), informou nesta terça-feira (18) que...

Saneamento em Manaus: tratar o efeito mitiga a consequência, mas não ataca a causa

No último relatório do Instituto Trata Brasil, divulgado este ano, Manaus se destacou negativamente,...

Lula diz que poderá ser candidato para evitar que “trogloditas” voltem ao poder

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta terça-feira que poderá se candidatar...

Festival de Parintins: Disque-Denúncia 181

 O serviço funciona todos os dias, inclusive aos finais de semana e feriados, 24...

Mais como este

Câmara terá comissão para discussão da PL do aborto, diz Lira

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), informou nesta terça-feira (18) que...

Saneamento em Manaus: tratar o efeito mitiga a consequência, mas não ataca a causa

No último relatório do Instituto Trata Brasil, divulgado este ano, Manaus se destacou negativamente,...

Lula diz que poderá ser candidato para evitar que “trogloditas” voltem ao poder

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta terça-feira que poderá se candidatar...