quinta-feira, julho 25, 2024
30.3 C
Manaus
InícioPoderRecuperação da BR-174 começa em junho, diz Wilson Lima

Recuperação da BR-174 começa em junho, diz Wilson Lima

Publicado em

Publicidade

Renan Filho disse ao governador que DNIT já começou a mobilizar máquinas e a montagem de usina asfáltica

O governador Wilson Lima recebeu a garantia do ministro dos Transportes, Renan Filho, de que as obras de recuperação da BR-174 terão início em até 30 dias, no mês de junho. Em uma reunião, o governador destacou a importância dessas obras tanto para a ligação do estado do Amazonas com o restante do Brasil, através da BR-319, quanto para a ligação entre o Amazonas e Roraima pela BR-174.

Em relação à BR-174, o Ministério dos Transportes informou que já contratou os serviços de recuperação de toda a rodovia por meio do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). A obra foi dividida em lotes e um desses lotes abrange o trecho da reserva, que é considerado mais complicado. A recuperação desse trecho começará durante o período do verão, com o Dnit mobilizando máquinas e montando uma usina asfáltica para dar início às obras daqui a 30 dias.

Quanto às obras na BR-319, o Ministério dos Transportes informou que elas devem ser retomadas durante o período do verão amazônico, com foco no Lote C, que engloba 52 quilômetros da via.

O governador também anunciou o compromisso do Governo Federal de iniciar as obras de recuperação das pontes do Curuçá e do Autaz Mirim em julho e agosto, respectivamente. Essas estruturas desabaram em setembro e outubro de 2022 na BR-319.

Essas ações representam um avanço significativo para a infraestrutura viária do estado do Amazonas, melhorando a conectividade e a segurança nas rodovias da região. A garantia do início das obras traz esperança para os moradores e usuários dessas vias, que aguardavam ansiosamente por sua recuperação.

Portos

O governador anunciou também que o ministro dos Transportes, Renan Filho, se comprometeu em entregar, em breve, os portos de Envira e Parintins, localizados no estado do Amazonas. Essas melhorias fazem parte do programa de Instalações Portuárias Públicas de Pequeno Porte (IP4), coordenado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), órgão vinculado ao Ministério dos Transportes.

O porto de Envira, situado a 1.216 km de Manaus, será beneficiado por essas intervenções, o que trará importantes vantagens para o município. Além disso, o porto de Parintins, a 369 km da capital, estará pronto para receber os visitantes que irão prestigiar o Festival Folclórico de Parintins deste ano.

Essas iniciativas visam promover melhorias nas infraestruturas portuárias, proporcionando maior eficiência nas operações e contribuindo para o desenvolvimento econômico e turístico das regiões beneficiadas. A entrega desses portos representa um avanço significativo para a logística de transporte e o fortalecimento da atividade portuária no estado do Amazonas.

Leia mais:
Pavimentação de ramais da BR-174 entra na reta final

Últimas Notícias

Passagem aérea a R$ 200 é limitada a 2 bilhetes por ano

Ministério de Portos e Aeroportos lança a primeira fase do programa Voa Brasil Nesta semana,...

Idam capacita mais de 100 piscicultores em Novo Airão

Dia de Campo oferece novas tecnologias e metodologias para piscicultura Mais de 100 piscicultores participaram...

Indígenas de São Gabriel da Cachoeira participam de oficinas

Cerca de 100 artesãos e produtores indígenas participaram do evento De 1 a 4 de...

Cetam preenche mais de 6 mil vagas para cursos gratuitos

Inscrições online foram realizadas nos dias 22 e 23 de julho O Centro de Educação...

Mais como este

Passagem aérea a R$ 200 é limitada a 2 bilhetes por ano

Ministério de Portos e Aeroportos lança a primeira fase do programa Voa Brasil Nesta semana,...

Idam capacita mais de 100 piscicultores em Novo Airão

Dia de Campo oferece novas tecnologias e metodologias para piscicultura Mais de 100 piscicultores participaram...

Indígenas de São Gabriel da Cachoeira participam de oficinas

Cerca de 100 artesãos e produtores indígenas participaram do evento De 1 a 4 de...