quarta-feira, julho 24, 2024
26.3 C
Manaus
InícioPoderPauderney diz não ter sido procurado por Wilson Lima após perder presidência...

Pauderney diz não ter sido procurado por Wilson Lima após perder presidência do UB

Publicado em

Publicidade

Pauderney Avelino foi a público na segunda-feira (22) comentar sobre a sua saída do cargo de presidente da sigla União Brasil. Durante coletiva de imprensa, Pauderney disse não ter sido procurado pelo governador Wilson Lima após a decisão da Justiça que invalidou a eleição que o reelegeu como presidente do partido.

Na última quarta-feira (17), o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) anulou os efeitos da Convenção Partidária do comitê estadual do União Brasil que reelegeu Pauderney para o comando da sigla, realizada em 26 de abril deste ano. A eleição descumpriu uma série de regras previstas no estatuto, como a ausência de ampla divulgação e a falta de quórum.

Porém, Pauderney disse, durante a coletiva de imprensa, que não houve irregularidades na convenção do diretório estadual do União Brasil. Também afirmou que não teria problemas de passar o comando do partido ao governador, caso a mudança tivesse sido negociada.

Pauderney confirmou que o governador teria demonstrado interesse em se tornar presidente do partido no início de fevereiro.

“Em um determinado momento o governador chegou para mim e disse: Pauderney, vou assumir o partido. Isso no início de fevereiro quando eu já era secretário, e eu disse: mas isso a gente não conversou Wilson, e ele disse: não, nós conversamos, foi um acordo. E eu disse: comigo não, mas vamos conversar, vamos construir isso. E [o governador disse]: vamos construir sim e eu não vou ti atropelar”, revelou o ex-deputado federal.

Pauderney contou também que o governado o evitava. Por muitas vezes o ex-secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação tentou contato. Ele foi pedido para assinar uma carta de renúncia do cargo de presidente, mas disse que primeiro precisaria falar com Wilson.

“Pediram para eu assinar uma carta de renúncia e eu disse: não, isso no telefone, eu tenho que falar com o Wilson para sentar e definir em que base a gente vai cuidar dessa questão partidária, qual vai ser a minha participação no partido. Dentro desse processo, como secretário, tínhamos vários problemas. Eu era recebido por ele no colegiado de secretários, quando eventualmente tinha reunião com ele, era com terceiros. Eu dizia que tinha que conversar com ele e ele sempre adiando a conversa”, disse.

Pauderney acredita que o governador foi influenciado por filiados do partido. “Acredito que o governador tomou decisões ‘baseadas’ em outras pessoas. Não sei se ele mesmo queria isso”, disse.

Ele frisou também que não sabe por que razões foi tirado do comando do partido, já que, segundo ele, nunca criou nenhuma “dificuldade” para o mandato de Wilson Lima.

“Sempre fiz tudo que o Wilson Lima pediu. Busquei fazer acordos com ele para – quem sabe – passar o comando do partido; mas não tive nenhuma resposta”, afirmou Pauderney.

Reconhecimento nacional

O presidente nacional do União Brasil, deputado federal Luciano Bivar (UB-PE), reconheceu a decisão da Justiça do Amazonas. Em nota, divulgada na segunda-feira (22), Bivar esclareceu que a Comissão Executiva Nacional “nunca convalidou qualquer ato, até mesmo porque nulidades absolutas não são convalidáveis”.

“A decisão liminar que suspendeu a validade da convenção estadual e, consequentemente, do Diretório Estadual do Amazonas é fundamentada, legítima e acaba de ser confirmada no Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), que indeferiu o pedido de efeito suspensivo formulado pelo Sr. Pauderney Avelino. As ordens judiciais, portanto, encontram-se vigentes e seguem respeitadas por todos os órgãos partidários“, escreveu Bivar.

Veja abaixo a nota na íntegra:

Leia mais:
Pauderney perde presidência do União Brasil no AM 
Wilson Lima nomeia ex-deputado federal Pauderney Avelino para Sedecti

Últimas Notícias

PC-AM prende mais duas pessoas por desvio de medicamentos em Manaus

Cerca de três meses depois da deflagração da primeira fase da Operação Corsário, a...

União Europeia fará doação de R$120 milhões ao Fundo Amazônia

Nesta segunda-feira (22), o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a...

MEC divulga edital do ‘Enade das Licenciaturas’

O Ministério da Educação (MEC) oficializou procedimentos, regras e cronograma do primeiro Exame Nacional...

Manaus se destaca pela redução de perdas de água

Estudo do Instituto Trata Brasil revela queda de 26 pontos percentuais nos últimos anos Manaus...

Mais como este

PC-AM prende mais duas pessoas por desvio de medicamentos em Manaus

Cerca de três meses depois da deflagração da primeira fase da Operação Corsário, a...

União Europeia fará doação de R$120 milhões ao Fundo Amazônia

Nesta segunda-feira (22), o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a...

MEC divulga edital do ‘Enade das Licenciaturas’

O Ministério da Educação (MEC) oficializou procedimentos, regras e cronograma do primeiro Exame Nacional...