domingo, março 3, 2024
25.3 C
Manaus
InícioGeralSociedadeVeja dicas de como se preparar para o período chuvoso no AM

Veja dicas de como se preparar para o período chuvoso no AM

Publicado em

Publicidade

O início do inverno amazônico indica um aumento no volume de precipitação de chuva entre os meses de novembro e março em todo o estado. Durante este período, é comum ocorrer acidentes com animais peçonhentos, alagamentos, deslizamentos e enxurradas.

A Defesa Civil do Amazonas e a Fundação de Medicina Tropical (FMT-HVD) orientam a população em caso de acidentes.

Recomendações para chuvas intensas

A Defesa Civil monitora diariamente os 62 municípios do estado através do Centro de Monitoramento e Alerta (Cemoa) e dá dicas importantes de como se preparar para as chuvas:

  • Manter calhas e ralos da residências limpos;
  • Não jogar lixo nas ruas, pois podem causar entupimentos;
  • Solicitar a poda ou corte de árvores com risco de queda.

Em casos de inundações, a Defesa Civil recomenda:

  • Desligar os aparelhos elétricos e o quadro geral de energia;
  • Manter lanternas e pilhas em condições de uso;
  • Evitar contato com a água de alagamento;
  • Colocar móveis e utensílios em locais altos.

O órgão orienta fazer o cadastro para receber alertas oficiais sobre possíveis desastres naturais por meio de SMS ou Whatsapp.

Animais peçonhentos

No período de chuvas aumentam os casos de acidentes com serpentes, aranhas, escorpiões e lagartos.

Atualmente, há cinco crianças internadas no hospital da FMT-HVD por acidentes com serpentes. As crianças são de diferentes regiões do estado e residem em zonas rural e urbana.

“Nós temos observado, nas últimas semanas, o número de crianças atacadas por serpentes e resolvemos fazer um alerta aos pais, para que eles orientem as crianças a evitar todo ambiente onde esses animais possam estar”, disse o diretor de Assistência Médica da FMT-HVD, Dr. Antonio Magela.

No aumento das chuvas, esses animais procuram locais secos para se abrigar, e acabam se encontrando furtivamente e acidentalmente com os seres humanos causando acidentes, já que os animais não têm a intenção de atacar, segundo o diretor.

Magela afirma que quintais com entulhos e objetos acumulados são locais propícios para o aparecimentos destes animais, porque podem servir de abrigo seco em época de chuvas.

O que fazer?

“Qualquer pessoa que sofrer um acidente com serpentes, escorpiões, lagartas, aranhas, deve procurar o mais rápido possível a unidade de saúde mais próxima. A unidade vai fazer a avaliação clínica, e havendo sinais de envenenamento agudo, a pessoa vai ser encaminhada para a Fundação de Medicina Tropical para o devido tratamento”, disse Magela.

Todos os municípios têm unidades de referência e têm acesso ao soro antiofídico. O Programa Nacional de Imunização (PNI) distribui soro antiveneno. Todo o uso de soro tem notificação compulsória, que garante a reposição do estoque do medicamento, deixando sempre a unidade abastecida.

O que não fazer?

Magela afirma que o que não fazer é, muitas vezes, mais importante do que o que fazer.
“Antigamente se dizia que deveria ser amarrado o membro acometido, mas não é recomendado mais esse tipo de procedimento”, alertou o médico.

Além disso, outras atitudes, muitas de cunho cultural, também são contra indicadas, como cortar o ferimento para sangrar mais, sugar o ferimento com a boca, colocar qualquer coisa sobre a lesão. Todas essas atitudes podem agravar a situação do paciente.

Números de emergência 

Em caso de problemas e emergências durante a chuva, o Governo do Estado orienta acionar esses números:

  • 199 (Defesa Civil)
  • 190 (Polícia/Ciops)
  • 193 (Corpo de Bombeiros)

Leia mais:
Teatro Amazonas recebe obras para facilitar acessibilidade de PCDs
Manaus é a 4ª melhor cidade para se investir no mercado imobiliário
Roberto Cidade caminha para reeleição na Aleam com apoio de 24 deputados

Últimas Notícias

“Dia D”: prefeitura de Manaus promove combate a dengue

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), promoveu na manhã...

Paratleta do halterofilismo garante prata no mundial

Maria de Fátima, paratleta de halterofilismo, segue em busca da vaga nas Paraolimpíadas de...

Confira os shows da Casa Zezinho Corrêa nos dias 2 e 3

A Casa de Praia Zezinho Corrêa, vai receber, neste fim de semana, seis shows...

Entenda a diferença entre os sintomas de dengue e covid-19

Em meio a uma explosão de casos de dengue e o aumento de infecções...

Mais como este

“Dia D”: prefeitura de Manaus promove combate a dengue

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), promoveu na manhã...

Paratleta do halterofilismo garante prata no mundial

Maria de Fátima, paratleta de halterofilismo, segue em busca da vaga nas Paraolimpíadas de...

Confira os shows da Casa Zezinho Corrêa nos dias 2 e 3

A Casa de Praia Zezinho Corrêa, vai receber, neste fim de semana, seis shows...