quinta-feira, junho 20, 2024
26.3 C
Manaus
InícioAmazôniaFazendeiro fala sobre capivara em plenário vazio na Aleam

Fazendeiro fala sobre capivara em plenário vazio na Aleam

Publicado em

Publicidade

O fazendeiro Agenor Bruce Tupinambá, de 23 anos, foi convidado para se pronunciar sobre a multa de R$ 17 mil aplicada pelo Ibama por “maus-tratos, abuso e exploração da imagem de animais silvestres”. O animal em questão trata-se da capivara Filó, que ficou ainda mais conhecido nas redes sociais após o caso vir à público.

O que chamou atenção, foi que antes do pronunciamento, os deputados deixaram o plenário da Assembleia Legislativa do Amazonas. Como resultado, Agenor fez seu discurso para um plenário vazio, com apenas os convidados da deputada Joana Darc, autora do convite, presentes na galeria.

Antes disso, em uma sessão de homenagem a pessoas autistas, 21 parlamentares estavam presentes, como mostra a imagem abaixo, mas apenas Joana Darc (União Brasil), Alessandra Campelo (PSC) e Cristiano Dângelo (MDB) estavam presentes para a declaração do fazendeiro. O pronunciamento estava previsto para o dia 20 de abril, mas foi adiada por um bate-boca entre Joana Darc e Wilker Barreto (Cidadania). Agenor também recebeu uma notícia falsa sobre uma vistoria do Ibama em sua casa, o que o fez retornar rapidamente para Autazes.

Painel da ALE-AM mostrou 21 deputados antes da fala de fazendeiro sobre capivara (Foto: Felipe Campinas/ATUAL)

Durante a fala, Agenor negou que estivesse ganhando dinheiro com a situação e disse que estava sendo perseguido. Ele afirmou que mora em um flutuante em cima d’água e que sua cultura e sua vivência são ligadas à cultura amazônica. Ele também ressaltou que nunca ganhou dinheiro em cima dos animais e que os animais que moram com ele na fazenda são livres para vir e ir a hora que quiserem.

Acusação do Ibama

Agenor é acusado pelo Ibama de ser o responsável pela morte de uma preguiça, mas Joana Darc defendeu o fazendeiro, dizendo que ele tentou salvar a preguiça. A mãe de Agenor, Cláudia, também se pronunciou e afirmou que o filho é autista e sempre viveu em meio aos animais. Ela pediu respeito à vida e cultura deles. Segundo Cláudia, os animais são livres e nunca foram domesticados.

Leia mais:
Na Aleam, discussão entre parlamentares acaba em gritaria
Deputada presta apoio a jovem multado em R$17 mil pelo Ibama

Últimas Notícias

AM é o 3º Estado que mais reduziu roubos de veículos em 2024

Redução significativa foi registrada entre janeiro e abril deste ano O Amazonas se destacou como...

Atletas do ‘Manaus Olímpica’ conquistam medalhas de Natação

Destaque para Pietra Menezes e Gabriel Castro em competição realizada em Salvador Entre os dias...

Pelo quarto ano seguido, AM é estado que mais investe em mestres e doutores

O Amazonas novamente liderou o ranking anual dos estados brasileiros que mais investem na...

Festa dos Visitantes: Como trocar os ingressos?

Ingressos limitados serão disponibilizados nos dias 25 e 27 de junho na Escola Estadual...

Mais como este

AM é o 3º Estado que mais reduziu roubos de veículos em 2024

Redução significativa foi registrada entre janeiro e abril deste ano O Amazonas se destacou como...

Atletas do ‘Manaus Olímpica’ conquistam medalhas de Natação

Destaque para Pietra Menezes e Gabriel Castro em competição realizada em Salvador Entre os dias...

Pelo quarto ano seguido, AM é estado que mais investe em mestres e doutores

O Amazonas novamente liderou o ranking anual dos estados brasileiros que mais investem na...