quinta-feira, julho 25, 2024
30.3 C
Manaus
InícioGeralEsporteFestival Paralímpico reúne mais de 300 crianças, jovens e adultos

Festival Paralímpico reúne mais de 300 crianças, jovens e adultos

Publicado em

Publicidade

Programação marcou, também, o encerramento da primeiro PARAJEA’s do Amazonas

Buscando apresentar os esportes paralímpicos às pessoas com e sem deficiência e mostrar a importância desses esportes, o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), em parceria com a Faculdade de Educação Física e Fisioterapia (Feff), da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e a Secretaria de Educação e Desporto Escolar realizaram o “Festival Paralímpico”, nas quadras esportivas da Feff. As atividades marcaram, ainda, o encerramento da 1ª Paralimpíadas Escolares do Amazonas (PARAJEA’s).

O “Festival Paralímpico” é um evento que ocorre em todos os estados do Brasil, sendo mais de 190 centros realizando essas atividades. Em Manaus, mais de 300 crianças e jovens estão inscritos nos centros paralímpicos. O festival foi realizado para que as crianças PCDs e as crianças sem deficiência pudessem se divertir juntas. Paratletas da rede estadual de ensino que participaram da seletiva amazonense no PARAJEA’S, também estiveram presentes.

O coordenador do festival, Keegan Bezerra Ponce, falou sobre essa união, a prática do desporto em conjunto e a importância do evento na mudança de visão sobre as pessoas com deficiência.

“Crianças e adultos participaram de várias atividades onde, o esporte paralímpico, é o carro-chefe. Em todas as atividades, a criança com deficiência interagiu com a criança sem deficiência, para que, dessa forma, essa criança possa crescer com a ideia de que a deficiência não é algo incapacitante ou que traz desvantagem, pelo contrário”, afirmou o coordenador.

Desporto escolar

O coordenador de Educação Física, da Secretaria de Estado de Educação e Desporto Escolar, Joniferson Vieira acompanhou os paratletas no festival. Ele explicou a importância de eventos como este, principalmente, para o desporto paralímpico escolar.

“O festival é uma forma de dar robustez a esse convênio que está sendo tratado entre a Secretaria de Educação e a universidade. Nós acreditamos que esse convênio vai dar a cientificidade que a gente precisa para tratar do desporto paralímpico dentro estado do Amazonas e, principalmente, do desporto paralímpico escolar que é o nosso foco, nossos alunos”, falou o coordenador.

Parcerias

Atletismo, badminton, voleibol sentado, tênis de mesa, entre diversos outros esportes foram praticados pelos participantes. O festival contou com voluntários da própria universidade e da Feff.

O diretor da Feff, João Libardoni, falou sobre a parceria da faculdade com o Comitê Paralímpico, a colaboração das práticas desportivas e a responsabilidade de sediar eventos com o festival.

“Desde 2021, nós estamos unidos ao Comitê para desenvolver o Centro de Referência Paralímpico e, este centro, tem a responsabilidade de sediar o Festival Paralímpico, ele está aqui com uma possibilidade de prática. A gente oferece o atletismo, a natação, a bocha entre outras e o festival é uma forma para que as pessoas possam vivenciar os esportes no Centro de Referência”, disse o diretor.

Leia mais:
PcDs já podem fazer inscrição para local exclusivo em Parintins

Últimas Notícias

Passagem aérea a R$ 200 é limitada a 2 bilhetes por ano

Ministério de Portos e Aeroportos lança a primeira fase do programa Voa Brasil Nesta semana,...

Idam capacita mais de 100 piscicultores em Novo Airão

Dia de Campo oferece novas tecnologias e metodologias para piscicultura Mais de 100 piscicultores participaram...

Indígenas de São Gabriel da Cachoeira participam de oficinas

Cerca de 100 artesãos e produtores indígenas participaram do evento De 1 a 4 de...

Cetam preenche mais de 6 mil vagas para cursos gratuitos

Inscrições online foram realizadas nos dias 22 e 23 de julho O Centro de Educação...

Mais como este

Passagem aérea a R$ 200 é limitada a 2 bilhetes por ano

Ministério de Portos e Aeroportos lança a primeira fase do programa Voa Brasil Nesta semana,...

Idam capacita mais de 100 piscicultores em Novo Airão

Dia de Campo oferece novas tecnologias e metodologias para piscicultura Mais de 100 piscicultores participaram...

Indígenas de São Gabriel da Cachoeira participam de oficinas

Cerca de 100 artesãos e produtores indígenas participaram do evento De 1 a 4 de...