sábado, março 2, 2024
24.3 C
Manaus
InícioColunistasDaniela BotelhoAmigos, vícios e uma partida inesperada

Amigos, vícios e uma partida inesperada

Publicado em

Publicidade

Recentemente, fomos surpreendidos com a notícia de que o ator Matthew Perry, de 54 anos, foi encontrado morto em sua residência em Los Angeles após supostamente ter sofrido um afogamento. Como era de esperar, a repercussão foi grande no mundo inteiro, uma vez que o ator fez parte do elenco principal de uma das séries de TV mais aclamadas do mundo: Friends, exibida entre 1994 e 2004, na qual interpretava um dos personagens mais queridos da sitcom, o eterno Chandler Bing.

Foram incontáveis as manifestações de tristeza e carinho dos fãs, pegos de surpresa com a notícia. O assunto ficou durante o final de semana inteiro no topo dos mais falados do “X”, antigo Twitter, não somente por conta da dimensão do trabalho do ator, conhecido em grande escala em uma época em que as redes sociais não existiam, mas porque todos que conviveram durante uma década assistindo a série estão com a mesma percepção sobre sua partida abrupta: Perdemos um amigo. E nunca estamos preparados para isso.

Em 2022, o astro lançou sua autobiografia, que recebeu o título, no Brasil, de “Amigos, Amores e Aquela Coisa Terrível”. No livro, o artista narra, dentre outras coisas, sua imensa luta contra a dependência química, que envolvia álcool, drogas e remédios. Após o anúncio da morte de Matthew, a obra rapidamente subiu ao topo da lista dos livros mais vendidos no país, alcançando o 1º lugar do ranking na Amazon e esgotando o estoque de livros da editora responsável pela sua publicação no país. Em um país onde livrarias fecham suas portas a todo mês, foram quase mil livros vendidos em poucas horas, o que mostra o quanto o autor era querido perante o público.

No decorrer da leitura, chama a atenção o fato de que Perry escondeu muitas vezes dos próprios amigos suas dores e seu sofrimento ligados à dependência química da qual ele não conseguia escapar. Sua vida pessoal, embora permeada de percalços com o uso abusivo de remédios e inúmeras batalhas em clínicas de recuperação contra os vícios, era aquela de alguém que aparentemente tinha tudo: sucesso, amores, amigos, realizações pessoais e profissionais e uma conta bancária recheada, ao ponto de receber 1 milhão por episódio na série Friends. Embora tivesse tudo isso, Matthew dizia constantemente travar uma batalha contra a sua mente. Por conta dessa batalha interna, sucumbiu muitas vezes, a ponto de ficar duas semanas em coma em 2021. E, no sábado, aparentemente perdeu a guerra. Fica a reflexão: O bem-estar de dentro é o que verdadeiramente salva.

Siga nosso perfil no Instagram e curta nossa página no Facebook

 

Últimas Notícias

Confira os shows da Casa Zezinho Corrêa nos dias 2 e 3

A Casa de Praia Zezinho Corrêa, vai receber, neste fim de semana, seis shows...

Entenda a diferença entre os sintomas de dengue e covid-19

Em meio a uma explosão de casos de dengue e o aumento de infecções...

“Alerta Mulher” tem mais de 2,3 mil mulheres cadastradas

Desde a criação, nenhuma mulher cadastrada foi vítima de feminicídio tentado ou consumado Desempenhando um...

Concurso da Caixa: inscrições já começam; veja como participar

A Caixa Econômica Federal iniciou as inscrições para seu novo concurso, disponibilizando mais de...

Mais como este

Confira os shows da Casa Zezinho Corrêa nos dias 2 e 3

A Casa de Praia Zezinho Corrêa, vai receber, neste fim de semana, seis shows...

Entenda a diferença entre os sintomas de dengue e covid-19

Em meio a uma explosão de casos de dengue e o aumento de infecções...

“Alerta Mulher” tem mais de 2,3 mil mulheres cadastradas

Desde a criação, nenhuma mulher cadastrada foi vítima de feminicídio tentado ou consumado Desempenhando um...