terça-feira, julho 23, 2024
33.3 C
Manaus
InícioPoderAmazonino: Aliados e adversários lamentam sua morte

Amazonino: Aliados e adversários lamentam sua morte

Publicado em

Publicidade

Políticos e autoridades lamentaram a morte de Amazonino Mendes, ocorrida neste domingo (12), em São Paulo, aos 83 anos. O governador Wilson Lima (PSC), o prefeito de Manaus David Almeida (Avante), os senadores Omar Aziz (PSD) e Eduardo Braga (MDB), o ex-prefeito de Manaus Serafim Corrêa (PSB), a juíza Jaíza Fraxe e o presidente do TCE-AM, Érico Desterro Xavier e Silva se manifestaram, em redes sociais ou notas de pesar.

O governo do Estado decretou luto oficial por sete dias. Na capital amazonense, o período será de cinco dias.

“É com profundo pesar que recebo a notícia de falecimento do ex-governador Amazonino Armando Mendes, aos 83 anos, neste domingo (12/2), no hospital Sírio-Libanês, na cidade de São Paulo. Após lutar pela vida nos últimos dias, agora descansa em paz. E, fica o seu legado, construído ao longo de quatro décadas dedicadas à vida pública”, disse David Almeida, em nota pesar. “Fica decretado luto oficial na cidade de Manaus por cinco dias, em memória de Amazonino Mendes, homem que faz parte da história política e do povo do Amazonas”.

O governador Wilson Lima disse que “deve muito do que hoje sou ao ex-governador Amazonino Mendes”. Em sua primeira eleição, em 2018, Wilson derrotou Amazonino no segundo turno.

“Entrei para a política fazendo críticas e buscando, em grande parte das vezes, sempre ser um contraponto ao que ele e seu grupo político foram e representaram para o nosso Estado. Mas uma coisa é inegável: Amazonino foi um dos maiores líderes políticos da história do Amazonas”, afirmou Wilson Lima.

Manifestações

O senador Omar Aziz (PSD), que foi adversário e aliado de Amazonino, tratou o ex-governador como amigo em postagem no Facebook.

“Conheci Amazonino nos anos 80, eu no movimento estudantil e ele como prefeito de Manaus, nomeado pelo Gilberto Mestrinho”, escreveu Omar. “Desde então, já fomos aliados e já estivemos em lados opostos, como determina a democracia. O respeito e admiração sempre foram a marca dessa relação. Parta em paz meu amigo”.

Eduardo Braga (MDB), que foi oposição ao então prefeito Amazonino Mendes quando exerceu seu primeiro cargo eletivo, de vereador, em 1983, e depois se tornou aliado, citou projetos criados por Amazonino ao longo da vida pública.

“É impossível contar os últimos 50 anos da história do Amazonas sem dedicar importantes capítulos a Amazonino Mendes. (…) ele construiu um vínculo afetivo com a população por meio de realizações como o Leite do Meu Filho, o Cartão Direito à Vida, o bumbódromo de Parintins e a Universidade do Estado do Amazonas (UEA), entre outras iniciativas que o tornaram uma liderança política desobrigada a se curvar às imposições do tempo”, publicou Braga em sua conta oficial no Facebook.

O senador destacou o vínculo de Amazonino com o estado, a partir de seu nome de batismo. “Notável conhecedor da máquina pública e muito identificado com a região, inclusive pelo próprio nome, Amazonino foi governador por quatro mandatos, prefeito de Manaus em três ocasiões, senador em 1991 e o dono do coração de inúmeros caboclos, indígenas, brancos, pretos e pardos que compõem a fascinante demografia do Amazonas”.

“Muito aprendi com Amazonino Mendes. Ora, dividindo o mesmo barco nas disputas eleitorais. Em outros momentos, em campos opostos. Mas sempre primando pelo respeito e partilhando de um imenso amor pelo nosso Estado. Suas vitórias, suas derrotas, seus acertos e erros são fontes inesgotáveis de inspiração”, afirmou Braga.

Amizade estudantil

Ex-prefeito e ex-deputado estadual, Serafim Corrêa (PSB) lembrou dos tempos estudantis, quando começou a amizade com Amazonino. “Embora adversários políticos a vida inteira éramos amigos desde o Colégio Dom Bosco. Minha solidariedade à sua família nesse momento de dor e perda”.

Serafim e Amazonino se enfrentaram em duas eleições para a prefeitura de Manaus. Na primeira, em 2004, Serafim venceu por pequena margem de votos, em segundo turno. No pleito seguinte, em 2008, Amazonino derrotou Serafim.

Érico e Jaíza

O TCE-AM (Tribunal de Contas do Estado do Amazonas) também emitiu nota de pesar, pela morte de Amazonino.

“Ele deixa seu legado na história ao, entre outros, idealizar, executar e inaugurar vários hospitais em Manaus e no interior do Amazonas, concretizar intervenções viárias que contribuíram para a mobilidade urbana em Manaus e ser o fundador da UEA (Universidade do Estado do Amazonas”, diz parte do texto, assinado pelo presidente do TCE, Érico Xavier Desterro e Silva.

A juíza Jaíza Fraxe também lamentou a morte de Amazonino e pontuou feitos adminsitrativos do ex-governador.

“Meus sentimentos de pesar pela passagem de Amazonino Mendes. Um grande homem público. Celebrou convênio com a Justiça Federal,o que permitiu a construção da Vara Federal em Tabatinga, há cerca de 20 anos. Um visionário sabedor da importância da justiça federal em área de fronteira”, escreveu.

O presidente da Assembleia Legislativa, Roberto Cidade, enalteceu o ex-governador. “Não tenho dúvidas de que se trata do maior líder político do Amazonas e um dos mais expressivos do Brasil. Um humanista, um estadista, um republicano como poucos, que agora junta-se a um seleto grupo de notáveis homens públicos que deixa esse plano para entrar para a história”, disse Cidade.

Leia mais:
Ex-governador do Amazonas, Amazonino Mendes morre aos 83 anos
Agrava o quadro de saúde de Amazonino Mendes
Internado há um mês, ex-governador Amazonino segue sem previsão de alta hospitalar
Amazonino tem melhora em quadro de saúde, mas segue sem previsão de alta

Mais informações.

Últimas Notícias

PC-AM prende mais duas pessoas por desvio de medicamentos em Manaus

Cerca de três meses depois da deflagração da primeira fase da Operação Corsário, a...

União Europeia fará doação de R$120 milhões ao Fundo Amazônia

Nesta segunda-feira (22), o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a...

MEC divulga edital do ‘Enade das Licenciaturas’

O Ministério da Educação (MEC) oficializou procedimentos, regras e cronograma do primeiro Exame Nacional...

Manaus se destaca pela redução de perdas de água

Estudo do Instituto Trata Brasil revela queda de 26 pontos percentuais nos últimos anos Manaus...

Mais como este

PC-AM prende mais duas pessoas por desvio de medicamentos em Manaus

Cerca de três meses depois da deflagração da primeira fase da Operação Corsário, a...

União Europeia fará doação de R$120 milhões ao Fundo Amazônia

Nesta segunda-feira (22), o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a...

MEC divulga edital do ‘Enade das Licenciaturas’

O Ministério da Educação (MEC) oficializou procedimentos, regras e cronograma do primeiro Exame Nacional...