quinta-feira, julho 25, 2024
30.3 C
Manaus
InícioGeralEducaçãoPesquisa: Alunos da rede estadual do AM produzem tinta biodegradável

Pesquisa: Alunos da rede estadual do AM produzem tinta biodegradável

Publicado em

Publicidade

A experiência é fruto da pesquisa vinculada ao Programa Ciência na Escola, fomentado pela Fapeam 

Pigmentos naturais, como açafrão, pó de café e urucum, foram utilizados para produzir tintas artesanais nas cores amarelo, marrom e laranja, respectivamente. Essa produção é resultado de um estudo realizado em sala de aula por alunos do ensino médio da Escola Estadual Jorge Karam Neto, localizada no bairro Tancredo Neves, zona Leste de Manaus.

A pesquisa foi coordenada pela professora Rebecca Freire de Castro, doutora em Química, e recebeu apoio do Governo do Estado, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), através do Programa Ciência na Escola (PCE), Edital 004/2022.

O objetivo principal do estudo foi reduzir o impacto ambiental causado pelo descarte de tintas no meio ambiente, além de introduzir conceitos aos alunos sobre as consequências dos produtos industrializados, por meio de uma comparação com materiais naturais.

A professora explica que o processo de produção das tintas artesanais biodegradáveis é simples: basta misturar água e cola branca a um ingrediente natural para obter o produto final. Durante a pesquisa, foram testados diversos tipos de aglutinantes com base em uma revisão bibliográfica. Além disso, foram abordados tópicos de Química estudados no 1º e 2º ano do ensino médio, como a tabela periódica, ligações químicas, funções orgânicas e inorgânicas, equilíbrio químico e compostos orgânicos.

“A divulgação do método científico utilizando materiais do cotidiano entre os alunos da escola foi o resultado alcançado. O projeto foi apresentado em um evento interno, mas o mais importante foi mostrar que a ciência pode estar presente em tudo que cerca os alunos. Tudo pode ser estudado, dependendo da criatividade e curiosidade do estudante”, destacou Rebecca Castro.

A produção das tintas artesanais proporcionou a socialização dos alunos envolvidos e permitiu que eles fossem protagonistas na criação de um novo produto, utilizando os conhecimentos adquiridos no ensino médio. Além disso, a iniciativa promoveu a conscientização ambiental e noções de empreendedorismo.

Para a pesquisadora, o apoio do Governo do Estado, por meio da Fapeam, foi fundamental para o desenvolvimento da pesquisa.

“A Fapeam é importante como fornecedora dos materiais utilizados nos projetos e com as bolsas que ajudam, principalmente, os alunos de baixa renda e o coordenador do projeto a obterem os materiais necessários para o desenvolvimento do projeto”, ressaltou.

Programa Ciência na Escola 

O Programa Ciência na Escola é uma ação da Fapeam direcionada à participação de professores e estudantes de escolas públicas estaduais do Amazonas e municipais de Manaus em projetos de pesquisa científica e de inovação tecnológica a serem desenvolvidos no âmbito da Educação Básica.

Leia mais:
Pesquisa revela potencial probiótico em peixes amazônicos
Pesquisa analisa saberes medicinais milenares para identificar novos fármacos
Pesquisa do AM identifica propriedades inibidoras do parasito da malária em plantas amazônicas

Últimas Notícias

Passagem aérea a R$ 200 é limitada a 2 bilhetes por ano

Ministério de Portos e Aeroportos lança a primeira fase do programa Voa Brasil Nesta semana,...

Idam capacita mais de 100 piscicultores em Novo Airão

Dia de Campo oferece novas tecnologias e metodologias para piscicultura Mais de 100 piscicultores participaram...

Indígenas de São Gabriel da Cachoeira participam de oficinas

Cerca de 100 artesãos e produtores indígenas participaram do evento De 1 a 4 de...

Cetam preenche mais de 6 mil vagas para cursos gratuitos

Inscrições online foram realizadas nos dias 22 e 23 de julho O Centro de Educação...

Mais como este

Passagem aérea a R$ 200 é limitada a 2 bilhetes por ano

Ministério de Portos e Aeroportos lança a primeira fase do programa Voa Brasil Nesta semana,...

Idam capacita mais de 100 piscicultores em Novo Airão

Dia de Campo oferece novas tecnologias e metodologias para piscicultura Mais de 100 piscicultores participaram...

Indígenas de São Gabriel da Cachoeira participam de oficinas

Cerca de 100 artesãos e produtores indígenas participaram do evento De 1 a 4 de...