quinta-feira, maio 30, 2024
25.3 C
Manaus
InícioCurtinhasPolítica no Twitter: André Janones critica Arthur Neto

Política no Twitter: André Janones critica Arthur Neto

Publicado em

Publicidade

O ex-prefeito de Manaus, Arthur Neto, utilizou sua conta no Twitter para mais um ataque ao Presidente Lula, no dia 25 de julho. “Lula, você está enfermo. Precisa se tratar: ‘extirpar bolsonarismo’, alimentar-se de um ódio, corrói sua saúde física e mental”, afirmou o ex-chefe do Executivo Municipal.

O que ele não esperava era que André Janones, Deputado Federal de Minas Gerais (Avante-MG), rebatesse sua crítica com outro tweet intrigante: “Ao invés de estar cagando pelos dedos em tudo que o presidente posta, em busca de alguma relevância, deveria se preocupar em explicar o assassinato pelo qual seu enteado foi indiciado, e que até hoje é uma história muito mal contada”, citou o deputado.

Arthur Neto (sem partido) está se movimentando para retomar a prefeitura de Manaus em 2024, porém sua estratégia é duvidosa. Após a derrota de sua candidatura para o Senado Federal nas eleições de 2022, quando recebeu apenas 9,50% dos votos válidos no Amazonas, o ex-prefeito percebeu que precisava mudar de posicionamento.

Diplomata, sociólogo e político de longa data, Arthur tem muito a perder se não conseguir voltar aos cargos públicos.

Invertida de Janones revive o “Caso Flávio”

A citação de André Janones se refere ao “Caso Flávio”. O engenheiro Flávio Rodrigues foi assassinado no dia 29 de setembro de 2019, na casa de Alejandro Valeiko, enteado de Arthur Neto, que na ocasião era o prefeito em exercício na cidade de Manaus. O caso teve muitos desdobramentos e assolou a campanha de Arthur, mesmo que ele nunca tenha sido arrolado no processo. Isso porque o corpo do engenheiro foi transportado em um carro oficial da prefeitura e com o agente da Casa Militar do Município no veículo, antes de desaparecer. A história mal contada afetou negativamente a candidatura de Arthur Neto ao Senado Federal, justamente quando ele mais precisava de um cargo político para manter seus privilégios, forçando-o a mudar de estratégia nas eleições de 2024.

Estratégia de Arthur Neto para retomar a Prefeitura de Manaus em 2024

A apuração dos votos válidos na eleição de 2022 trouxe um cenário imprevisto para Arthur Neto. Os eleitores da capital do estado do Amazonas elegeram Jair Bolsonaro com mais de 60% dos votos e seu apoiador no senado no primeiro turno, com quase 52% dos votos, demonstrando apoio majoritário aos candidatos da extrema direita. Sendo assim, Arthur Neto, desfiliou-se do PSDB e passou a utilizar suas redes sociais para tecer duras críticas ao Presidente Lula (PT) em uma tentativa de posicionar-se nos holofotes dos apoiadores do bolsonarismo, mesmo sendo considerado “um bosta” por Jair Bolsonaro.

Arthur Neto e Jair Bolsonaro, uma relação problemática

Em reunião ministerial, no dia 22 de abril de 2020, o então presidente Jair Bolsonaro classificou o ex-comunista, Arthur Neto, como o  “bosta do prefeito de Manaus” por estar abrindo covas coletivas em razão da Covid19. “Quem não conhece a história dele, procure conhecer! Que eu conheci ele dentro da Câmara, sentou do meu lado. E nós sabemos a ideologia dele e o que ele prega, e o que ele sempre foi, está se aproveitando agora de um clima desse para tocar o terror no Brasil”, afirmou Bolsonaro.

Em resposta, Arthur Neto publicou um vídeo em seu Twitter: “Ele não gosta de mim? Que bom! Eu devo estar no caminho certo. Ele discorda de mim? Que bom! Eu devo estar raciocinando bem, com os meus parafusos todos no devido lugar. Daqui a dois anos e pouco nós teremos a oportunidade de varrer esse cidadão para o lixo da história”.

Além do vídeo, o até então Prefeito de Manaus também entrou com um processo contra Bolsonaro por injúria e difamação no Supremo Tribunal Federal e pediu intervenção junto à ONU pedindo providências urgentes para evitar a dizimação dos indígenas brasileiros pela Pandemia do coronavírus.

Isolamento político de Arthur Neto o distancia de seu objetivo em 2024

O posicionamento controverso de Arthur Neto reflete o comportamento de diversos candidatos, que circulam entre os partidos para garantir seus cargos políticos, independente das ideologias defendidas por seus representantes. A eficácia da estratégia de apoio ao bolsonarismo é duvidosa devido ao histórico conflituoso entre ex-prefeito e ex-presidente, que ao contrário de apoio mútuo, colecionam ataques um ao outro.

Leia mais:
Após 13 anos, Manaus volta com ‘corujinhas’
Veja como os deputados do Amazonas votaram em projeto que protege políticos
Governadores criticam benefícios fiscais na reforma tributária

Siga nosso perfil no Instagram e curta nossa página no Facebook

Últimas Notícias

Prefeitura convoca quatro profissionais aprovados em concurso

Visando suprir as necessidades permanentes de serviço e assegurar a prestação da assistência básica...

Prontos-socorros de Manaus funcionarão normalmente durante o feriado

A Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) anunciou que as 25 unidades...

Entenda por que Lula retirou o embaixador brasileiro de Israel

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva transferiu o embaixador Frederico Meyer de Israel...

MPF dá 15 dias para Starlink explicar antenas em áreas de garimpo no AM

Um inquérito civil foi aberto pelo Ministério Público Federal (MPF) e publicado nesta terça-feira...

Mais como este

Prefeitura convoca quatro profissionais aprovados em concurso

Visando suprir as necessidades permanentes de serviço e assegurar a prestação da assistência básica...

Prontos-socorros de Manaus funcionarão normalmente durante o feriado

A Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM) anunciou que as 25 unidades...

Entenda por que Lula retirou o embaixador brasileiro de Israel

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva transferiu o embaixador Frederico Meyer de Israel...