quinta-feira, julho 25, 2024
30.3 C
Manaus
InícioPoderPL garante segurança e higiene a prédios abandonados em Manaus

PL garante segurança e higiene a prédios abandonados em Manaus

Publicado em

Publicidade

Um Projeto de Lei, nº 089/2022, de autoria do vereador Dr. Daniel Vasconcelos (PSC), obriga a Prefeitura de Manaus a tomar medidas para garantir a segurança e higiene de imóveis abandonados na cidade.

O PL estabelece uma política de combate a esses imóveis que causam poluição visual e degradação urbana. O texto está em tramitação na Câmara Municipal de Manaus (CMM).

Segundo o texto, entende-se por imóvel abandonado o imóvel que não tenha seu uso regular pelo proprietário, ficando desocupado, e o imóvel de proprietário desconhecido. Com o PL, o Município, poderá iniciar processo administrativo a fim de declarar que o imóvel abandonado causa deterioração urbana.

“Se o imóvel não tiver proprietário conhecido ou não estiver na posse de terceiro, o Município publicará edital no Diário Oficial e no jornal de maior circulação da Cidade para o conhecimento e a manifestação por escrito, no órgão estabelecido em edital, do interessado no prazo de três anos”, diz a propositura.

No projeto, o vereador Dr. Daniel Vasconcelos sustenta que há diversas consequências à população por conta da deterioração destes imóveis, tais como:

  • o aumento da concentração de usuários de drogas;
  • um elevado crescimento da criminalidade;
  • desvalorização imobiliária; e
  • estigmatização da área onde está localizado o imóvel.

Segundo o parlamentar, o objetivo do PL é evitar transtornos à população. “Temos um número considerável de imóveis abandonados na cidade, trazendo uma série de problemas aos moradores que residem próximo. Nosso PL propõe que o Município identifique e classifique os imóveis abandonados, tomando medidas para garantir a segurança e higiene do imóvel e das áreas no entorno”, pontuou.

Segundo texto, será de responsabilidade do Município:

I – lacrar o imóvel;
II – ordenar que a Guarda Municipal de Manaus guarde o imóvel;
III– adentrar no imóvel, a fim de desocupá-lo e realizar medidas de segurança;
IV – sinalizar que o imóvel está lacrado;
V – tomar medidas de higiene.

“A sugestão deste projeto de Lei, é que o Município identifique e classifique os
imóveis abandonados – por meio de processo administrativo, garantida a ampla defesa
e contraditório – e tome medidas para garantir a segurança e higiene do imóvel e das
áreas no entorno. Tudo isto pode ser feito sem prejuízo de medidas previstas na Lei
federal conhecida como “Estatuto da Cidade”, diz a justificativa do PL.

Leia mais:
Vereador propõe matrículas em creches particulares na falta de vagas no Município
Prefeitura de Manaus participa de lançamento da Lei Paulo Gustavo, em Salvador

Últimas Notícias

Passagem aérea a R$ 200 é limitada a 2 bilhetes por ano

Ministério de Portos e Aeroportos lança a primeira fase do programa Voa Brasil Nesta semana,...

Idam capacita mais de 100 piscicultores em Novo Airão

Dia de Campo oferece novas tecnologias e metodologias para piscicultura Mais de 100 piscicultores participaram...

Indígenas de São Gabriel da Cachoeira participam de oficinas

Cerca de 100 artesãos e produtores indígenas participaram do evento De 1 a 4 de...

Cetam preenche mais de 6 mil vagas para cursos gratuitos

Inscrições online foram realizadas nos dias 22 e 23 de julho O Centro de Educação...

Mais como este

Passagem aérea a R$ 200 é limitada a 2 bilhetes por ano

Ministério de Portos e Aeroportos lança a primeira fase do programa Voa Brasil Nesta semana,...

Idam capacita mais de 100 piscicultores em Novo Airão

Dia de Campo oferece novas tecnologias e metodologias para piscicultura Mais de 100 piscicultores participaram...

Indígenas de São Gabriel da Cachoeira participam de oficinas

Cerca de 100 artesãos e produtores indígenas participaram do evento De 1 a 4 de...