quinta-feira, julho 25, 2024
30.3 C
Manaus
InícioGeralSaúdeAleam garante meia-entrada para profissionais da saúde no Amazonas

Aleam garante meia-entrada para profissionais da saúde no Amazonas

Publicado em

Publicidade

A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) promulgou nesta quarta-feira (23) a Lei nº 6.389/2023, uma iniciativa de autoria do deputado estadual Dr. George Lins (UB), que concede aos profissionais da saúde o direito à meia-entrada em eventos artísticos, culturais, cinematográficos e desportivos realizados no estado do Amazonas.

De acordo com os termos da nova legislação, o benefício da meia-entrada será aplicável tanto aos trabalhadores do sistema público de saúde quanto do setor privado, incluindo aqueles que já se aposentaram. A medida tem como objetivo reconhecer e valorizar o papel fundamental desempenhado pelos profissionais de saúde, especialmente durante os desafios impostos pela pandemia de COVID-19.

O deputado Dr. George Lins, autor da lei, enfatizou a importância desse reconhecimento. “Conceder a meia-entrada para os profissionais de saúde é uma forma de reconhecer e valorizar o trabalho essencial desempenhado por esses profissionais na sociedade. Eles estão na linha de frente, arriscando suas vidas para cuidar dos doentes e salvar vidas”.

Lins também destacou que esses profissionais frequentemente enfrentam altos níveis de estresse, trauma e exaustão devido à natureza desafiadora de suas responsabilidades. Nesse contexto, o benefício da meia-entrada visa contribuir para o bem-estar mental e emocional desses indivíduos. “A meia-entrada pode servir como uma forma de cuidado para o bem-estar desses profissionais, proporcionando a eles a oportunidade de relaxar e aproveitar momentos de lazer, o que pode ser benéfico para sua saúde mental”, explicou o parlamentar.

Para usufruir do benefício, os profissionais de saúde deverão apresentar um documento de identidade, juntamente com um comprovante alternativo, como contracheque, carteira funcional emitida por instituições de saúde públicas ou privadas, ou uma carteira de identificação expedida por entidade de classe.

É importante ressaltar que a lei prevê sanções para aqueles que não cumprirem suas disposições. Infratores estarão sujeitos a advertências ou multas, de acordo com a regulamentação que será emitida pelo Poder Executivo.

Últimas Notícias

Passagem aérea a R$ 200 é limitada a 2 bilhetes por ano

Ministério de Portos e Aeroportos lança a primeira fase do programa Voa Brasil Nesta semana,...

Idam capacita mais de 100 piscicultores em Novo Airão

Dia de Campo oferece novas tecnologias e metodologias para piscicultura Mais de 100 piscicultores participaram...

Indígenas de São Gabriel da Cachoeira participam de oficinas

Cerca de 100 artesãos e produtores indígenas participaram do evento De 1 a 4 de...

Cetam preenche mais de 6 mil vagas para cursos gratuitos

Inscrições online foram realizadas nos dias 22 e 23 de julho O Centro de Educação...

Mais como este

Passagem aérea a R$ 200 é limitada a 2 bilhetes por ano

Ministério de Portos e Aeroportos lança a primeira fase do programa Voa Brasil Nesta semana,...

Idam capacita mais de 100 piscicultores em Novo Airão

Dia de Campo oferece novas tecnologias e metodologias para piscicultura Mais de 100 piscicultores participaram...

Indígenas de São Gabriel da Cachoeira participam de oficinas

Cerca de 100 artesãos e produtores indígenas participaram do evento De 1 a 4 de...