quarta-feira, abril 17, 2024
25.3 C
Manaus
InícioColunistasLuísa OliveiraDeepfake: caso de David Almeida vira referência para TSE

Deepfake: caso de David Almeida vira referência para TSE

Publicado em

Publicidade

A deepfake contra David Almeida, prefeito de Manaus, entrou para história como o primeiro caso registrado contra um governante no Brasil as vésperas de uma eleição. Em 22 de dezembro de 2023, ele foi vítima da circulação de um áudio em que sua voz, modulada por inteligência artificial, proferia uma série de ataques à professores da rede municipal de ensino que haviam realizado uma manifestação em frente a prefeitura no dia anterior, protestando contra o não pagamento do abono do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e dos Profissionais da Educação (FUNDEB).

A Polícia Federal instaurou um inquérito para investigar a suposta difamação eleitoral produzida por inteligência artificial e apurou a veracidade da denúncia: David Almeida foi a primeira vítima brasileira de deepfake eleitoral.

O que é deepfake

A técnica é uma ferramenta utilizada para alterar vídeos, fotos ou áudios isolados com o uso de inteligência artificial. Essa ferramenta possibilita a edição minuciosa de rostos, vozes e imagens, em outras palavras: altera o conteúdo original por qualquer que seja o objetivo de edição.

Consideradas uma evolução das fake news, as deepfakes são uma forma muito mais perigosa de desinformação. Através do uso destes aplicativos, pessoas podem ser inseridas em situações nas quais nunca estiveram e as possibilidades de disseminação de informações falsas são elevadas a outro patamar.

Uso político e normas do TSE

Infelizmente, o caso de David Almeida não é isolado. As deepfakes já envolveram até o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenzky, pedindo que ucranianos baixassem armas e se rendessem à Rússia.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou nesta terça-feira (27) 12 propostas de resolução para as eleições municipais de 2024, abordando diversos temas, incluindo o uso da Inteligência Artificial (IA) e a proibição de deepfakes. A relatora dos processos foi a ministra Cármen Lúcia, que presidirá o TSE nas eleições deste ano.

 

Leia mais:
Qual a decisão de Wilson Lima sobre as eleições em Manaus?
Eleições 2024: O que já se sabe?
Movimentações políticas no Amazonas agitam as redes sociais

Siga nosso perfil no Instagram e curta nossa página no Facebook

 

Últimas Notícias

Irã X Israel: entenda o contexto do conflito

No último sábado (13), implodiu no Oriente Médio mais um conflito entre os países...

Senado aprova PEC de criminalização do porte de drogas

O Senado Federal aprovou, nesta terça-feira (16), a Proposta de Emenda à Constituição (PEC)...

Ingressos da estreia do Amazonas FC na Série B já estão à venda

A venda de ingressos para a estreia do Amazonas FC na Série B do...

TRE-AM rejeita pedido de cassação de Wilson Lima feito por Braga

O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) rejeitou, por unanimidade, o pedido do senador...

Mais como este

Irã X Israel: entenda o contexto do conflito

No último sábado (13), implodiu no Oriente Médio mais um conflito entre os países...

Senado aprova PEC de criminalização do porte de drogas

O Senado Federal aprovou, nesta terça-feira (16), a Proposta de Emenda à Constituição (PEC)...

Ingressos da estreia do Amazonas FC na Série B já estão à venda

A venda de ingressos para a estreia do Amazonas FC na Série B do...